sábado, 14 de dezembro de 2013

A PARTIDA

     
A felicidade partiu antes do tempo.

Tinha que ser ligeira

Para deixar no coração

A vontade insaciável

De quem a sede não consegui matar.



A fonte secou

O deserto é árido

Nem miragem existe

Que possa enganar a alma.



A felicidade partiu

Esquecendo em meus lábios

O mel que adoça

Que embriaga

Que não seca.



A felicidade partiu

Deixando uma saudade imensa

De tudo o que vivemos

E o muito que  nos restava viver.

  Coaraci-Ba./1968

Nenhum comentário: